Leitura dinâmica

Isso é uma indecência: O governo federal autorizar as distribuidoras de energia que repassem para todos os consumidores, o repasse do custo com furto de energia elétrica. Quem tem que assumir o custo com prejuízos com o roubo de energia são as concessionárias desse serviço, que quando tem lucros extraordinários não os distribuem com os seus consumidores. Esse nosso presidente é uma verdadeira mãe para o mercado financeiro e para as empresas do setor elétrico que devem investir em tecnologias que impeçam o furto de energia elétrica. Até quando nós vamos ter que aturar um presidente da república que quase 100% da população reprova o seu governo? Até o fim do seu mandato, infelizmente!

Uma herança maldita

O governo Temer é o que se pode classificar como uma herança maldita. Uma herança deixada pela ex-presidenta Dilma Rousseff, que escolheu Michel Temer para seu companheiro de chapa nas eleições dos anos de 2010 e 2014. Temer como sucessor de Dilma Rousseff na presidência da república sacrificando o povo brasileiro para agradar ao deus mercado e empresariado nacional.

Os servidores não querem o povo apoio os servidores

A tentativa da prefeita do município de São Raimundo Nonato, município localizado na região Sudeste do estado Piauí, de tentar aprovar a mudança de regime jurídico de celetista para estatutário, o que os servidores rejeitam radicalmente, dificilmente será aprovado pela Câmara Municipal deste município, uma vez que essa mudança que a prefeita está propondo e o servidor público rejeita é impopular e a população sãoraimundense, já se decidiu por apoiar os servidores municipais. Se a prefeita insistir nessa sua teimosia, o seu desgaste político que já muito grande, tende a duplicar. Segundo um site de notícias local, o placar hoje e de oito votos contra cinco pela não mudança do regime jurídico dos servidores públicos municipais. Segundo rumores que circulam no diretório estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) no estado do Piauí, o vereador petista que votar contra os trabalhadores municipais serão expulsos. Quem viver verá!

O PT piauiense não abre mão da candidatura de Regina Sousa

O Partido dos Trabalhadores (PT) no estado do Piauí, dificilmente abrirá mão da candidatura à reeleição da senadora Regina Sousa (PT-PI), contrariando o desejo do governador Wellington Dias, que segundo alguns articuladores políticos quer sacrificar Regina Sousa, dissuadindo o diretório estadual do PT e a própria senadora Regina Sousa de disputar sua reeleição, para dispor mais um vaga para negociar com o Partido Progressista (PP) do senador Ciro Nogueira (PP-PI) que para apoiar Wellington Dias no seu projeto de reeleição exige do governador a vaga de vice na sua chapa e mais o apoio do PT ao candidato do seu partido ao Senado. Se o PT aceitar mais esse sacrifício, essa sigla vai assinar o seu atestado de óbito.