Janot 9 x Temer 0

O Supremo Tribunal Federal (STF) acaba de negar o pedido de afastamento do Procurador-Geral da República (PGR), Rodrigo Janot das investigações contra o presidente Michel Temer.

O relator, Edson Fachin, votou contra o afastamento de Janot. Nove dos 11 ministros votaram contra o pedido de Temer. O julgamento ainda não foi concluído. Acompanharam o voto de Fachin os ministros Alexandre de Moraes, Rosa Weber, Luiz Fux, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Marco Aurélio de Mello. Os ministros Luís Roberto Barroso e Gilmar Mendes não marcaram presença nesse julgamento.

O ponto alto dessa sessão do STF que rejeitou o pedido de suspeição do PGR Rodrigo Janot, foi o voto do ministro Celso de Mello, decano dessa egrégia corte que fez uma defesa do Ministério Público Federal (MPF). Esse voto foi bastante longo, mas, foi uma verdadeira aula de direito. Essa decisão do STF representa uma grande derrota para o presidente da república Michel Temer.      

A presidenta do STF, a ministra Cármen Lúcia aproveitou o seu voto para mandar um recado ao Palácio do Planalto ao dizer que nada muda no âmbito da justiça com a mudança do PGR.