Último dia de Festival da Uva promete movimentar São João do Piauí

O evento teve início na sexta-feira (11) e encerra neste domingo (13), prometendo muita animação durante os shows

A 6° edição do Festival da Uva movimentou ainda mais o município de São João do Piauí, localizado a 281 quilômetros de Teresina. Neste período em que acontece o festival, muitos turistas aproveitam para conhecer o trabalho desenvolvido na região que se destaca na fruticultura irrigada e também para apreciar o melhor da música. O evento teve início na sexta-feira (11) e encerra neste domingo (13), prometendo muita animação durante os shows.

Solenidade de abertura do sexto Festival da Uva
Solenidade de abertura do sexto Festival da Uva

Empolgação não faltou nas duas primeiras noites do Festival. As bandas se apresentaram e envolveram o público em canções de sucessos de grandes nomes da música, como Zezo, Francis Lopes Farra da Gordinha e muitos outros.

O secretário de Turismo do Estado, Flávio Nogueira Júnior, destaca a importância do evento para a economia. “A fruticultura é fonte de geração de renda e movimentação de toda cadeia econômica no município, na oportunidade, inauguramos o matadouro e outras obras na cidade”, destaca Nogueira Júnior, acrescentando ainda que será feita toda sinalização turística de São João para fomentar ainda mais o desenvolvimento turístico na região.

Wellington Dias é um entusiasta da produção de uvas e disse que o Piauí tem buscado, por meio das diversas secretarias e parcerias, dar assistência técnica necessária para aumentar a produção e atrair investidores para a região. “A uva pode ser considerada o ouro do sertão, pois o rendimento é muito bom. Investindo cerca de 100 mil reais, em dois anos, com o manejo correto pode-se ter uma colheita de até 60 toneladas. O produto é vendido por em média seis reais (o quilo) e gera uma excelente lucratividade, além de emprego e renda. A nossa intenção é de buscar investidores para esta região”, explicou.

Neste domingo a programação segue ainda com apresentação das bandas Mano do Forró, Oitavo Resgate, Jonas Esticado, Paulo Ricardo, ex-RPM e os sucessos de Xenhenhém e Aviné Vinny.

Franklin Pinheiro, participou a primeira vez do Festival e disse que vai voltar próximo ano. “Eu tenho familiares em São João, mas como moro em outro local, demoro muito para vir aqui, aproveitei esse ano e vim nessa época. Dizem que quem prova da cajuína, não esquece do gosto e é parecido com quem degusta as uvas de São João, não tem como esquecer o gostinho doce”, disse o estudante.

Ainda segundo Flávio Nogueira, já era esperado que mais uma edição do Festival fosse aprovada por todos. “A cidade está lotada, a praça cheia, as pessoas apreciando e cantando com as bandas, uma programação de cursos, oficinas,  tudo saindo como planejamos muito antes, o resultado é positivo. O trabalho de coordenar as ações dos órgãos envolvidos é para que todos os anos o resultado seja o mesmo, satisfatório”, finaliza o gestor.