Teresinense comemora aniversário da capital com corte de bolo

A festa acontece todos os anos no bairro porque ele foi o primeiro da cidade

Dia 16 de agosto, Teresina completa 165 anos. Para comemorar a data, fazendo parte da programação de aniversário da cidade, aconteceu na tarde desta quarta-feira o tradicional corte do bolo na Praça do Poti Velho, zona Norte da capital. A festa acontece todos os anos no bairro porque ele foi o primeiro da cidade.

O bolo, com 8 metros e 165 quilos, foi servido para a população com refrigerante e água. “Este ano o bolo foi custeado pela própria prefeitura para celebrar a data junto com a população. O recheio é de chocolate, doce de leite e côco. A produção começou ainda de madrugada e a montagem, aqui na praça, no começo da manhã”, explica Lúcia Vaz, coordenadora do Cerimonial da Prefeitura.

O prefeito Firmino Filho cantou os parabéns junto com a população e ajudou na entrega dos pedaços do bolo. O primeiro pedaço foi dado à esposa, Luci Soares. “Esse ano homenageamos as mulheres batalhadoras e fortes, que trabalham incansavelmente pela melhoria de nossa cidade. Agradecemos tudo o que fazem e ainda vão fazer por Teresina”, disse.

Raimunda de Assis Frota, 56 anos, moradora do Poti Velho há mais de três décadas, elogiou a festa e a homenagem da prefeitura. “É um privilégio morar em Teresina. Aqui nasci e formei minha família e daqui não tenho vontade de sair nunca. Essa homenagem é mais que merecida, pois nós, mulheres teresinenses, somos fortes e guerreiras, acolhedoras e sensíveis. Eu faço e sempre farei o melhor pra minha cidade, pois amo essa terra”, disse.

A programação do dia 16 de agosto começou às 9h com uma missa em ação de graças na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Amparo, em seguida aconteceu a sessão solene na Câmara Municipal de Teresina. E a noite aconteceu  a solenidade de outorga da Medalha Mérito Conselheiro José Antônio Saraiva, no Theatro 4 de Setembro.

Campanha

A campanha do aniversário de 165 anos de Teresina tem como tema “A cidade feita por elas”, ressaltando a importância das mulheres no desenvolvimento da cidade e posiciona as teresinenses no centro do constante processo de mudanças da cidade, evidenciando suas trajetórias de luta por ocupação de espaços, sua convivência com a cidade e a contribuição dada por elas para construção de uma Teresina cada vez mais acolhedora.