Quem é o "pai" da transposição?

Com a popularidade baixíssima, o presidente Michel Temer inaugura os trechos finais, agora, querendo assumir a paternidade da criança.

 

 

A briga pela paternidade da transposição das águas do rio São Francisco acontece porque essa obra tem sido muito bem recebida por comunidades carentes das regiões, que sofrem há séculos com a seca. 

Em 10 anos, os governos de Lula e Dilma conseguiram tocar uma das obras mais polêmicas e importantes do País. Isso, ressalte-se, em meio a instabilidade política criada pela oposição à época, com o intuito de tirar dos petistas as condições de governabilidade.

Essa obra foi imaginada desde o império, no século XIX , mas, foi o então presidente Lula,  juntamente com Ciro Gomes, que a tirou do papel em 2007. Prestes a finalizar a obra, os petistas mostraram a diferença entre querer e fazer... A maior parte (70% da obra) da transposição aconteceu na gestão Dilma.

Com a popularidade baixíssima, o presidente Michel Temer inaugura os trechos finais, agora, querendo assumir a paternidade da criança.

Para Lula, que luta para ser candidato à Presidência em 2018, lembrar que deu início a obra é importante e incomoda o atual governo. Quando a água já estiver jorrando das torneiras, em alguns dias, o petista fará uma visita, aos mesmos locais, em que Temer esteve nesta sexta feira.
 
Neste contexto, torna-se necessária, a comparação  com as  gestões da oposição aos governos Dilma e Lula.  Em Teresina -  PI,  por exemplo, sob o comando tucano a mais de 30 anos, a Prefeitura se arrasta para concluir uma obra essencial para saúde e desenvolvimento da cidade e não consegue: as galerias da zona leste.

Iniciada há quatro anos, pouco mais de 10% das obras foram concluídas, o correspondente a um trecho de apenas 700 metros, dos 07 km totais da extensão prevista no projeto.

Iniciada em outubro de 2012, a obra de construção da galeria da zona leste faz parte do Plano de Drenagem de Teresina e seria um das medidas para solucionar o problema de alagamento na região.  Com recursos oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal e da Prefeitura, a obra foi orçada inicialmente no valor de R$ 28 milhões.
.
Os bairros contemplados com a construção da galeria devem ser Recanto das Palmeiras, Morada do Sol, Santa Isabel, Piçarreira, São Cristóvão, Jóquei e Horto Florestal e Noivos.

Enquanto isso, cite-se, Lula e Dilma foram autores, em um curto espaço de tempo, 10 anos, da conclusão de uma das obras mais importantes , ousadas e primordiais ao desenvolvimento do nosso Nordeste

A comparação, vem para atiçar  o senso crítico e mostrar a diferença entre quem, realmente, faz as mudanças no cenário político e social brasileiro nos últimos tempos.

 

Por Alexandra Vieira, de Brasília.

 

Imagens da Transposição do Rio São Francisco:

 

 

 

 

 

 

Imagens da Galeria da Zona Leste de Teresina: