A Grande Farsa!

Há tempos, publiquei na minha coluna sobre o projeto Cidadão Mirim, que tem o intuito de prevenir a desagregação psicológica

A Grande Farsa!

“Nasci num lugar que virou favela
cresci num lugar que já era
mas cresci a vera
fiquei gigante, valente, inteligente
por um triz não sou bandido
sempre quis tudo o que desmente esse país
encardido” (Caetano Veloso).

O quê é grande nesse país, senão a grande farsa?! Ou as grandes farsas?!

Há tempos, publiquei na minha coluna sobre o projeto Cidadão Mirim, que tem o intuito de prevenir a desagregação psicológica e educacional de crianças e adolescentes, com idade entre 10 (seis) a 17 (dezesseis) anos, nos bairros de Teresina, na verdade este projeto visa, ou não: Desenvolver ações e atividades educacionais complementares, buscando, assim, dilatar um pouco da cidadania “roubada” pela própria farsa segregatícia do nosso país.

Ainda, para lembrar e para deixar tatuado nas mentes e corações, há criança que frequenta o tal projeto por causa da COMIDA, embora, tudo por lá está ao ponto de cair nas cabeças de todos, pois a infraestrutura é horrível, em que pese os pedidos de providencias desde o governo do Wilson Martins,porém, não se tomou nenhuma medida.

Lamentável!

Digressão 01:

Dizem as más línguas que a coisa boa que o ex-governador Wilson Martins fez, no seu governo foi para seu próprio bem e de sua família, ou seja, nomeou a esposa para ser conselheira do TCU , emplacou o seu sobrinho para deputado federal, e fez obras maravilhosas em um hospital, mas exatamente não sei se, o hospital era público ou privado, neste caso, abstenho-me sobre tais informações.


Pois bem, a ideia do Cidadão Mirim seria genial, se não fosse a grande quantidade de pó e blanche utilizado neste projeto, a maquiagem sem escrúpulo e sem coração, ou melhor, a grande farsa, uma vez que, não há naquele local, respeito àquelas crianças e adolecentes.

Na verdade é uma tremenda “forçação de barra”, para parecer humano, só que não é, o exceto da desumanização naquele local, são os heróis que trabalham com “extrema” dificuldade, esses sim, são nossos heróis! 

Sobre Cidadão Mirim,explico mais um pouquinho:

É um projeto, a fim de recrutadar crianças e adolescentes do sexo masculino e feminino, que estejam regulamente matriculados na rede pública de ensino e em situação de vulnerabilidade social, este projeto que busca ou é para buscar a redução dos índices de violência e criminalidade, principalmente dos crimes e violência que envolvam menores, em Teresina- Piauí.

God!

Seria se fosse , of course, uma grande transformação social, com a integração e educação, envolvendo a Polícia Militar, a Secretaria de Educação, a Secretaria de Ação Social e demais Secretarias de Estado, pois criaria, assim, uma rede de proteção aos educandos que participariam do Projeto Cidadão Mirim envolvendo, principalmente, policiais, professores, pais, educadores, responsáveis e educandos.

Genial, se não fosse! Mas é assim, mas assim é demais também, por isso odeio você, que é omisso, ausente, inerte em relação às Crianças e adolecentes  do Projeto Mirim. Mas a sociedade organizada e não idiotizada pode mudar isso, aguardar o governo, é esperar demais. Por isso, quem sabe faz a hora, não espera acontecer.

“O personagem pra quem eu cria que sempre

olharia

com desdém total

mas não é assim comigo.

é como em plena glória espiritual

que digo:

eu sou o homem cordial

que vim para instaurar a democracia racial

eu sou o homem cordial

que vim para afirmar a democracia racial

eu sou o herói

só deus e eu sabemos como dói” (Caetano Veloso).


Mais DIREITOS HUMANOS,

Boa sorte e Força Sempre,

Carol Jericó.

Projeto Mirim informações: Polícia Militar do Piauí - Quartel do Comando Geral Avenida Higino Cunha, nº 1750 Bairro Ilhotas CEP: 64014-220.