Novo sistema do Detran é implementado, mas ainda opera com falhas

O sistema deve passar a funcionar normalmente quando todos os dados forem sincronizados

Uma nova versão do sistema de Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach) foi implementada nessa semana no Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI). Com a mudança, o serviço opera normalmente, mas com algumas falhas pontuais.

Detran-PI. Foto: Divulgação
Detran-PI. Foto: Divulgação

Devido a quantidade de dados no sistema, o Detran informa que não tem previsão para o funcionamento correto do Renach e somente depois da sincronização das informações do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro)  que esse serviço passará a funcionar sem erros.

De acordo com o diretor-geral do Detran, Arão Lobão, o novo sistema traz uma interface, um conjunto de características que visa a melhoria de todos os processos referentes a habilitação.

“Mais elaborado que o último sistema, o novo Renach é otimizado para a eficiência. É um sistema moderno que garante agilidade e segurança ao usuário”, pontua o diretor.

Além  do Registro Nacional de Carteira de Habilitação, outros sistemas também passarão por mudanças, como o Registro Nacional de Infrações (Renainf) e o Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam).

Falha no sistema do Detran atrasa emissão de carteiras 

Muitos usuários estão reclamando que o sistema Renach do Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI) está sem funcionar desde a semana passada. O sistema Renach funciona como um banco de dados que registra toda a vida do condutor, desde o seu ”nascimento” como candidato até a sua habilitação.

“Dei entrada no processo de renovação de CNH, com o pagamento da taxa no dia 16 de março deste ano, e após realizar todos os procedimentos de fotos, digitais e exame medico, devolvi o processo no dia 23 de março, o Detran deu um prazo de três dias pra receber a CNH, porém, já faz mais de 30 dias da entrega do processo e ainda não recebi minha carteira", diz um usuário ao Portal AZ.

Ele conta que quando Detran entrou de greve, a gráfica que fornece as carteiras também entrou de greve, mas ele já foi convidado a repetir a coleta de digitais e fotos pela segunda vez.

"Segundo eles, devido a migração de sistema, no dia 23 de abril, eu precisaria voltar para repetir essa coleta e o sistema estava fora do ar. A minha carteira está vencida desde o dia 03 de abril deste ano e o Detran não fornece nenhuma declaração ou documento para me prevenir de uma eventual multa”, afirma a denúncia. 

Mais lidas nesse momento