Após maratona de shows, Claudia Leitte define o Carnaval de 2018: 'Gratidão'

Claudia Leitte fez uma maratona de shows no Carnaval de 2018. A cantora arrastou multidões em Salvador com seu trio elétrico em quatro dias de folia e estreou com o bloco "Largadinho" em São Paulo.

Para fechar a folia, a artista cantou no Camarote Guanabara, na Marquês de Sapucaí, no Rio, e definiu ao Purepeople como foi o agito neste ano: "Rapaz... em uma palavra só? Gratidão. Sabe, todo mundo fala para mim ainda: 'Ah, você é cantora de multidão...'. Eu sou cantora. Eu vou cantar para você sozinha e para um milhão, sei lá... dois milhões a perder de vista, com o mesmo amor".

Foto: AGNews / PurePeople
Foto: AGNews / PurePeople

A cantora ainda deu dicas para as mulheres se empoderaram no Carnaval e no dia a dia, assim como Claudia Ohana: "Glitter, amor acima de tudo, porque quando a gente coloca amor em tudo o que a gente faz, a gente sente prazer, a gente se sente recompensada, apesar das dificuldades. Saúde, porque a gente consegue chegar em qualquer lugar e consegue alimentar os nossos sonhos. E pronto, ter sonhos!".

No espírito da folia, Claudia lançou o clipe "Carnaval", parceria com rapper norte-americano Pitbull. No vídeo, dirigido por Darren Craig, a cantora insinuou nudez e cobriu o corpo com glitter: "Eu queria muito glitter. Queria que fosse sensual, mas sem os esteriótipos comuns ao carnaval. Para fugir da obviedade, encontramos um caminho bastante particular que é alegre e quente e, que por outro lado, também mostra nossa tropicalidade".

A artista, aliás, admitiu dificuldade na gravação: "Eu usei um biquíni cor da pele e não foi fácil mostrar o corpo. Não é porque sou artista que é tão fácil. Eu me inspirei na capa de um disco do Seal, queria mostrar a beleza, não só a nudez. Uma sensualidade da mulher brasileira, de Jorge Amado. Não expor somente o corpo propriamente. O diretor entrou na minha onda. Não foi fácil depois esfregar a bucha [tirar o glitter]".

Mais lidas nesse momento